Você não tem permissão para ver essa notícia

Tendências para os centros de inovação tecnológica

Perspectivas analisadas em estudo da KPMG indicam o surgimento de novos polos de inovação.

homem negro escrevendo em uma louse enquanto outras pessoas observam

28 de outubro de 2021


A publicação Technology Innovation Hubs 2021, realizada pela KPMG, chega a sua nona edição com insights importantes sobre as principais tendências e expectavas para os centros de inovação em tecnologia ao redor do mundo.

Muitas empresas de tecnologia cresceram significativamente durante a pandemia, ultrapassando outros setores. A inovação pode acontecer em qualquer lugar, e a contribuição de talentos tornou-se virtual e global. O estudo analisa as escolhas geográficas para a inovação e a velocidade das mudanças.

Talentos de engenharia e de propriedade intelectual são a força vital do setor, e reter os melhores é uma importante estratégia. Os profissionais buscam por acordos de trabalho mais flexíveis e em modelos híbridos, unido trabalho remoto e presencial, e até mesmo trabalho totalmente remoto.

A publicação desta que 39% dos líderes de empresas de tecnologia globais acreditam que os centros de inovação ainda são importantes para impulsionar a inovação tecnológica, e 22% que acreditam que não são.

Geograficamente, um terço dos entrevistados acredita que o Vale do Silício manterá sua posição de liderança em inovação. Outras localidades aparecem como prováveis sedes de novos centros de tecnologia, como Cingapura, Nova York, Tel Aviv, Pequem, Londres, entre outros.

Confira o estudo completo clicando aqui.

()