Você não tem permissão para ver essa notícia

ACI

A evolução da Governança Corporativa

Estudo do ACI Institute e do Board Leadership Center destaca o avanço e o desenvolvimento das práticas de governança corporativa no Brasil.

17 de março de 2021
imagem de uma bussola em cima de uma pilha de moedas

A governança corporativa vem ganhando cada vez mais notoriedade ao longo dos anos, e a exigência por melhorias nas práticas relacionadas ao assunto se tornou ainda mais incisiva, por conta das mudanças e reestruturação de processos causadas pelo avanço da pandemia da Covid-19.

O ACI Institute Brasil e o Board Leadership Center da KPMG acompanham o desenvolvimento dessas práticas há 15 anos, divulgando os resultados no estudo A Governança Corporativa e o Mercado de Capitais. Nesse novo cenário sem precedentes, gerenciar riscos é essencial, assim como acompanhar a aceleração da digitalização nos negócios.

Ao observar o panorama e os avanços da governança nos últimos 15 anos, essa edição da publicação registrou um crescimento de 13% para 33% no índice de empresas que reportaram uma expectativa de aumento da exposição aos seus riscos relevantes, em relação ao ano anterior. Além disso, pela primeira vez mais da metade das empresas analisadas (54%) divulgou ter ao menos uma mulher em seus Conselhos de Administração. O percentual de cargos em Conselhos ocupados por mulheres atingiu 11%. Os números ainda são baixos, mas demonstram a importância e o avanço das discussões sobre equidade de gênero.

Destacam-se, também, o aumento do número de conselheiros independentes, o crescimento contínuo do número de comitês de auditoria e o crescimento da remuneração dos administradores, além dos aspectos de gerenciamento de riscos e compliance.

Certamente, ainda há um longo caminho a ser percorrido. Mas o ativismo dos investidores em conjunto com os demais stakeholders, a ação contínua dos órgãos reguladores e a proatividade dos agentes e profissionais de governança demonstram que, cada vez mais, estamos no caminho da construção de uma prática de governança corporativa forte e estruturada no Brasil.

A 15ª edição do estudo analisou formulários de referência divulgados em 2020 de 241 empresas abertas brasileiras e as informações divulgadas pelas companhias no modelo “Pratique ou Explique”, acerca do Código Brasileiro de Governança Corporativa, conforme a Instrução CVM 586.

Clique aqui e confira todos os insights.

()

Este site utiliza cookies para proporcionar a funcionalidade necessária e aprimorar sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar pelo site, você concorda com a utilização de cookies conforme descrito na declaração de privacidade on-line da KPMG. Você tem o direito de acessar seus dados pessoais para que sejam modificados, corrigidos ou excluídos. Para isso, você deve entrar em contato com privacidade@kpmg.com.br.