Você não tem permissão para ver essa notícia

KPMG Live

Monetização de dados transformando negócios

Líderes de tecnologia debatem oportunidades e riscos no KPMG Live.

25 de fevereiro de 2021
Frank, Jean e Ricardo

Gerenciar o alto volume de dados é uma prática que sempre fez parte do dia a dia dos profissionais de tecnologia. O cenário das operações orientadas a dados, no entanto, começou a se transformar entre 2006 e 2010 com a chegada da tecnologia em nuvem.

“A partir do advento da nuvem e da queda do custo de armazenamento e de processamento computacional, isso começou a se popularizar para todos os mercados, não só para as grandes empresas, mas também para as pequenas e médias. Isso permitiu o desenvolvimento de muitas aplicações sobre os dados e trouxe a possibilidade de criar soluções. Esse pode ser considerado o início do big data”, destacou Frank Meylan, sócio-líder de Tecnologia, Transformação Digital e Inovação da KPMG no Brasil, durante o último KPMG Live.

O programa de entrevistas foi realizado em 18 de fevereiro com apresentação de Jean Paraskevopoulos, sócio-líder de Clients & Markets. Além de Frank Meylan, o programa recebeu Ricardo Santana, sócio-líder de Data & Analytics da KPMG, para um importante debate sobre as oportunidades e os desafios do gerenciamento de dados, com foco na monetização.

Com meios de armazenamento e tratamento de dados acessíveis, a oportunidade de monetização é vista como uma estratégia importante para o mercado. Santana apresentou as possibilidades de monetização dos dados em duas categorias: a direta, a venda de dados para organizações, e a indireta, quando ocorre uso desses dados para gerar eficiência e melhorar controles na própria empresa e gerar lucros.

Os setores financeiro, de healthcare e de consumo e varejo se destacam no uso dos dados para gerar oportunidades, pesquisas e melhorar a experiência dos clientes. Ricardo Santana destacou que o mercado de dados está avaliado atualmente em US$ 1,5 bilhão. As projeções até 2027 indicam um crescimento de 25% ao ano.

Novas oportunidades também representam novos riscos para o universo cibernético. Os ataques virtuais tornaram-se mais frequentes, assim como o vazamento de dados. Meylan explicou que os alertas são importantes para criar estratégias de segurança. A Lei Geral de Proteção de Dados traz instrumentos jurídicos para as empresas que tiverem ambientes violados, assegurando também operações mais transparentes para as empresas e clientes.

Assista ao programa completo e confira esse bate-papo:



Leia mais:
Framing a winning data monetization strategy
Bringing AI-driven data monetization into focus
KPMG Business Magazine 39 - Data & Analytics
Boardroom Questions - Turning data into value

()

Este site utiliza cookies para proporcionar a funcionalidade necessária e aprimorar sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar pelo site, você concorda com a utilização de cookies conforme descrito na declaração de privacidade on-line da KPMG. Você tem o direito de acessar seus dados pessoais para que sejam modificados, corrigidos ou excluídos. Para isso, você deve entrar em contato com privacidade@kpmg.com.br.