Você não tem permissão para ver essa notícia

Vídeos

Energia positiva no Encontro de Inclusão e Diversidade

Saiba como foi o evento virtual e confira as ações do CID em 2020

22 de janeiro de 2021
ilustração de uma árvore. A copa é formada por digitais

“Nós unimos nossa capacidade profissional ao nosso propósito pessoal para contribuir com a inclusão e diversidade com base nos valores da KPMG”, enfatizou Luciene Magalhães, sócia-líder de Pessoas, Performance e Cultura da KPMG no Brasil e na América do Sul, na abertura do 5o Encontro de Inclusão e Diversidade da KPMG no Brasil, que aconteceu no dia 16 de dezembro de 2020.

Moderado por Patrícia Molino, sócia-líder do Comitê de Inclusão e Diversidade (CID) da KPMG no Brasil, o encontro, que este ano foi virtual devido à pandemia, teve como objetivo apresentar ações e desafios enfrentados pelos pilares do CID ao longo de 2020 e gerar insights.

Para o primeiro painel, Patrícia convidou os líderes dos pilares KNOW, Voices, Ebony e Buddies para contarem um pouco sobre as ações que realizaram neste ano, respectivamente, nos pilares de gênero, identidade e orientação sexual, raça e etnia e pessoas com deficiência. Eles apresentaram as ações de cada pilar, divulgaram os resultados de 2020 e também reforçaram a importância da inclusão e diversidade para o mundo corporativo.

“A inclusão vem de dentro de nós, da forma como enxergamos o mundo e, a partir disso, a reflexão de como podemos melhorar. Tentem observar isso no dia a dia”, disse Carlos Ottoni, sócio-líder do pilar Buddies e sócio-líder da área de Trade & Customs da KPMG no Brasil. “Esse ano fomos desafiados a estar mais próximos e identificar aspectos para tornar o dia a dia mais acolhedor para todos.”

Franceli Jodas, sócia-líder do Voices e sócia-líder de Power and Utilities da KPMG no Brasil, concordou sobre 2020 ser um ano desafiador e complementou: “Estamos aqui cada vez mais fortes, corajosos e visíveis. Vamos usar essa força para fazer a diferença”.

Já para Lucas Arruda, sócio-líder do Ebony e sócio-diretor de Auditoria da KPMG no Brasil, o foco são os aliados. “É importante as pessoas aliadas reconhecerem seus privilégios para poder lutar lado a lado com a gente.”

E para Estela Zanata, sócia-líder do KNOW e sócia de impostos da KPMG no Brasil, é necessário “pensar como tudo o que fizemos afeta o mercado e a nós mesmos”.

“Para além dos pilares, favorecer a colaboração e o aprendizado baseado na diversidade de pensamento, características e experiências, com oportunidades e valorização para todos, é nossa meta e nosso compromisso”, acrescenta Patrícia Molino. “Neste sentido, em 2020 tivemos treinamentos de cultura de não assedio para informar, conscientizar e promover o ambiente respeitoso ecolaborativo”.

Confira um resumo das ações de cada pilar deste ano:

Buddies

  • Acompanhamento individual com cada PCD para criar indicadores e entender oportunidades de melhoria;
  • Roda de conversa para saber como os profissionais estavam lidando com a pandemia e para entender a melhor forma de lidar com cada tipo de deficiência, visando maior inclusão;
  • Pílulas de informação sobre inclusão de PCDs foram divulgadas para que todos entendam o universo desses profissionais e criem, assim, um ambiente acolhedor. O tema capacitismo foi o ponto alto na reflexão!

Voices

  • Realização de sete lives em comemoração ao orgulho LGBT, sendo uma delas sobre os novos modelos de família e a importância do apoio, com a participação de familiares dos profissionais LGBT+ da KPMG;
  • Treinamento de mais de 400 novos aliados;
  • Aproximação do Fórum Empresarial LGBTQIA+ com participação no Comitê Gestor do Fórum;
  • Apresentações sobre o tema para inúmeros clientes, em conversas com líderes e palestras para colaboradores.

Ebony

  • Palestra sobre racismo estrutural, este tema tão importante na luta antirracista;
  • Realização de rodas de conversa para o compartilhamento de experiências entre pessoas negras e aliadas;
  • Cafés da manhã com outras empresas, com a presença da liderança para debater o racismo;
  • Criação do clube do livro para debates sobre o “Pequeno manual antirracista”, de autoria de Djamila Ribeiro;
  • Lançamento do programa Impulse: 50 jovens negros e negras selecionados para um ano de acesso a nossa jornada digital e um ano de bolsa de inglês online em parceria com EF, além de encontros de mentoria e networking;
  • Lançamento do programa Conselheira 101, apoiado pela KPMG, para aumentar a representatividade de mulheres negras nos conselhos de administração.

KNOW

  • O pilar recebeu o prêmio Will para Mulheres na Liderança 2019 e o WEPs 2020 da ONU Mulheres na categoria Ouro;
  • Realização de palestras em empresas que estão criando ações de inclusão e diversidade e conversas com lideranças sobre a importância da equidade de gênero;
  • Ações para incluir os homens nessa discussão e seguir acelerando a transformação;
  • Realização do 11º encontro do KNOW, online, e inúmeros encontros internos com grupos regionais, por cargo, por afinidade, debatendo temas da vida e carreira da mulher;
  • Criação de um grupo especial para mães da KPMG.

Ações de Cidadania Corporativa

A gerente sênior de Cidadania Corporativa da KPMG no Brasil, Eliane Momesso, ministrou uma palestra sobre a importância da área de Cidadania Corporativa para o CID e a KPMG. “A missão da cidadania corporativa é deixar a KPMG e o mundo melhor do que o encontramos”.

Eliane também citou outras ações da área que estão alinhadas aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU e que vão ao encontro dos valores da KPMG, como as ações de voluntariado voltadas para a educação e a sustentabilidade.

O papel dos aliados

O último painel foi conduzido por Marcelo Gonçalves, sócio-líder de Auditoria das Regiões Norte e Nordeste da KPMG no Brasil, com a participação de membros dos grupos de afinidade: Tatiany Santos, sênior C de Auditoria de Curitiba, representando o pilar Buddies e KNOW/Moms who KNOW; Igor Nunes, sênior de Auditoria, representando Voices; Sabina Braga, analista de talent development representando Ebony, Voices e KNOW, e Carlos Jesus, assistente de operações, representando o pilar Ebony e o compromisso dos homens contra o machismo.

Assista ao evento completo:

()

Este site utiliza cookies para proporcionar a funcionalidade necessária e aprimorar sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar pelo site, você concorda com a utilização de cookies conforme descrito na declaração de privacidade on-line da KPMG. Você tem o direito de acessar seus dados pessoais para que sejam modificados, corrigidos ou excluídos. Para isso, você deve entrar em contato com privacidade@kpmg.com.br.