Você não tem permissão para ver essa notícia

Consumo e Varejo

Transformação digital como prioridade

Mais de 60% dos executivos acreditam na importância dessa estratégia para sobrevivência.

14 de janeiro de 2021
formas abstratas de linhas ligadas por pontos com um fundo azul

“O impacto da Covid-19 nos negócios está acelerando as estratégias e orçamentos relacionados à transformação digital focada no cliente”, destaca o sócio de Experiência do Consumidor da KPMG no Brasil, Augusto Puliti.

Segundo o sócio, o fator é positivo e traz uma oportunidade para os empresários desenvolverem novos modelos de operação com o consumidor no centro. A pesquisa Impactos da Covid-19 nas estratégias de transformação digital, produzida pela KPMG, confirma a tendência.

O estudo contou com a participação de 780 líderes em estratégia de transformação digital em 10 países, que compartilharam suas experiências nos setores de saúde, ciências da vida, governo, serviço social e humanitário, bens de consumo, varejo, seguros, gestão de ativos, bancos, indústria manufatureira, tecnologia e serviços de telecomunicação.

Impactos no Brasil

Para 62% dos executivos brasileiros entrevistados, a sobrevivência das empresas é a principal motivação para investir em transformação digital com foco na experiência do cliente. Já 38% dos executivos justificam o investimento como uma estratégia de longo prazo para seguir prosperando.

Digitalizar as operações tornou-se fundamental para responder aos impactos da pandemia. O estudo registrou que 71% dos executivos brasileiros entrevistados aceleraram elementos estratégicos para a transformação digital, 67% deles aumentaram os valores de investimento devido à nova realidade provocada pelo isolamento social. Já as organizações que focam em uma estratégia para toda a empresa, correspondem a 33% dos entrevistados.

“Fica evidente que a pandemia testou os modelos de negócios existentes e expôs possíveis desafios que incluem o uso de canais digitais que respondam às novas necessidades dos consumidores”, comenta o sócio. Para ele, o aumento da exposição a riscos cibernéticos e a necessidade de simplificar operações contribuíram para o avanço da transformação digital.

Prioridades estratégicas

As iniciativas estratégicas estão no centro das prioridades dos executivos, com foco em criar meios para atender às novas necessidades do cliente e alcançar as metas de receita. A principal iniciativa a ser perseguida, de acordo com 47% dos executivos brasileiros, é adicionar novas capacidades para produtos e serviços digitais.

Já 31% buscam criar um modelo de negócio digital, enquanto 27% planejam construir novos produtos e plataformas digitais para estabelecer a relação com o cliente.

()

Este site utiliza cookies para proporcionar a funcionalidade necessária e aprimorar sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar pelo site, você concorda com a utilização de cookies conforme descrito na declaração de privacidade on-line da KPMG. Você tem o direito de acessar seus dados pessoais para que sejam modificados, corrigidos ou excluídos. Para isso, você deve entrar em contato com privacidade@kpmg.com.br.