Você não tem permissão para ver essa notícia

IGH - Infraestrutura, Governo e Healthcare

Regulação em governança em saúde suplementar

Pequenas empresas do setor ainda não possuem maturidade no tema.

30 de janeiro de 2020
Homem de jaleco branco, com braços cruzados e segurando um estetoscópio.

Eduardo Führer, sócio-diretor da KPMG no Brasil, Bruno Gomes, gerente da KPMG no Brasil, e Joel Garcia, sócio da KPMG no Brasil, escrevem, em artigo, sobre a nova onda da regulação de governança sobre riscos e controles internos em saúde suplementar.

O mercado, ainda heterogêneo, possui grandes empresas com maturidade em governança e pequenas empresas que ainda são incipientes neste tema. O assunto ganhou relevância com o estabelecimento, em 2014, da Comissão Permanente de Solvência. 

Leia mais:


A nova onda da regulação de governança, riscos e controles internos
Segs - 07/01/2020

A nova onda da regulação de governança: Riscos e controles internos
Jornal Contábil - 07/01/2020

A nova onda da regulação de governança, riscos e controles internos
Opinião.Se - 05/12/2019

Nenhum ()

Este site utiliza cookies para proporcionar a funcionalidade necessária e aprimorar sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar pelo site, você concorda com a utilização de cookies conforme descrito na declaração de privacidade on-line da KPMG. Você tem o direito de acessar seus dados pessoais para que sejam modificados, corrigidos ou excluídos. Para isso, você deve entrar em contato com privacidade@kpmg.com.br.