Você não tem permissão para ver essa notícia

Podcasts

Segurança aduaneira

Selo da Receita Federal atesta empresas que adotam controles e padrões internacionais de gerenciamento de riscos.

9 de dezembro de 2019
Homem de terno e camisa sócio, em pé, sorrindo, de braços cruzados em um corredor com paredes de vidro

Selo de qualidade da Receita Federal do Brasil, concedido pelas Aduanas a importadores, exportadores, agentes consolidadores, portos, aeroportos, terminais, companhias marítimas e demais atores da cadeia logística, a Certificação OEA, sigla que significa Operador Econômico Autorizado, busca a adoção de controles e padrões internacionais de segurança.

O selo proporciona às empresas economia de tempo, redução de custos, aumento de competitividade, desburocratização e previsibilidade de recebimento nas importações e despachos nas exportações. Isso porque a certificação atesta que a carga é rastreável e segura, evitando atrasos e outros contratempos de fiscalização alfandegária.

No podcast com Elson Bueno, sócio de Tax da KPMG no Brasil, você entende o que é a Certificação OEA, sua importância e como a KPMG pode contribuir nesse processo que visa garantir elevado grau de segurança na cadeia logística e nos controles aduaneiros.

“A empresa que se sente capacitada a ter selo de qualidade, voluntariamente faz um pedido à Receita Federal, que analisa e concede ou não o certificado”, comenta Elson. “Uma vez certificada, a empresa tem um selo de qualidade reconhecido na alfândega de vários países.”

Gerenciamento de riscos: o coração desse processo

Para ter a Certificação OEA, a empresa deve adotar critérios e padrões internacionais de segurança em sua cadeia logística, identificar todos os pontos de vulnerabilidade no comércio internacional e, para cada ponto de vulnerabilidade, preparar um plano de contingência.

“O gerenciamento de risco é o coração desse programa. Mesmo a Receita Federal do Brasil e as alfândegas do mundo inteiro sabendo que não é possível mitigar 100% do risco, se você tem um gerenciamento de risco eficaz, capaz de prever todas as possíveis situações, mitiga qualquer possibilidade de contaminação da sua carga”, destaca Elson.

Sua empresa pode contar com a KPMG

Desde 2014, quando o programa foi lançado, a KPMG se dedica a este assunto, tendo um time capacitado para atender todos os segmentos de Certificação OEA. Feito um diagnóstico e concluído que a empresa está em condições de solicitar a certificação, a KPMG oferece uma ferramenta eletrônica, de forma que o cliente pode responder ao questionário da Receita Federal a qualquer momento. “Quando o cliente entende que está preparado, recebe um login da KPMG e uma senha de acesso”, explica Elson. Assim, o cliente prepara a resposta, insere na ferramenta, e a KPMG analisa se está adequada.

Ouça, nos áudios a seguir, quais os principais desafios para um bom gerenciamento de risco e como a KPMG contribui para as empresas conquistarem a Certificação OEA.

Áudio 1

Áudio 2

Contêineres empilhados em porto vistos de cima
Selo evita atrasos nos trâmites aduaneiros

Nenhum ()

Este site utiliza cookies para proporcionar a funcionalidade necessária e aprimorar sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar pelo site, você concorda com a utilização de cookies conforme descrito na declaração de privacidade on-line da KPMG. Você tem o direito de acessar seus dados pessoais para que sejam modificados, corrigidos ou excluídos. Para isso, você deve entrar em contato com privacidade@kpmg.com.br.