Você não tem permissão para ver essa notícia

Edição 46

Produzir é preciso, inovar também é preciso - Edição 46º

4 de novembro de 2019

Alguns investimentos são absolutamente determinantes para o sucesso de empresas e nações. É o caso de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P&D&I). Independentemente do porte, setor de atuação ou momento histórico, aqueles que não souberem investir nessas iniciativas correm o risco de perder a relevância em um mundo cada vez mais globalizado e competitivo.

O tema virou moda nas empresas, universidades/escolas, governo e na sociedade em geral. A palavra “inovação” tem sido usada com o intuito de agregar mais valor aos produtos e serviços ofertados, porém nem todos conhecem os dados sobre o assunto e sua definição.

A inovação apresenta-se como um elemento indutor da economia, já que, segundo a OCDE, as 20 maiores economias do mundo concentram mais de 90% dos aportes em P&D. Os contrastes ficam evidentes nas porcentagens investidas em P&D em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) dos seguintes países: Coreia do Sul (4,2%), Japão (3,2%) Alemanha (3%), Estados Unidos (2,8%), China (2,1%) e Brasil (1,3%).

O Brasil é a 9ª maior economia global e está entre os dez países que mais possuem gastos absolutos em P&D. Entretanto, o país figura em 66º lugar no Índice de Inovação Global de 2019, caindo duas posições no ranking em relação a 2018. O índice, alarmante, explica as dificuldades para o País crescer e evidencia que os recursos não tem surtido o resultado desejado.

Além da verba pública, o capital privado também é determinante nos casos de sucesso, com índices elevados de aportes empresariais dentre o total investido em países desenvolvidos. No Japão cerca de 80% dos investimentos em P&D são oriundos do setor privado, enquanto nos Estados Unidos , Alemanha e Coreia do Sul essa taxa é superior a 70%. O Brasil conta com cerca de 50% de investimentos privados e outros 50% vindos do setor público; índice bem inferior às principais economias.

As 10 empresas globais com maior investimento em P&D em 2018, apresentam retorno tangível com receitas expressivas, elevado valor de mercado (três delas chegaram a atingir US$ 1 trilhão) e marcas valiosas (quatro delas dentre as “top 10”). Ao contrário das empresas da bolha “ponto.com” da década de 90, o ganho atual é real, que se traduz em aumento de vendas, market share, acesso a novos mercados e traz vantagem competitiva relevante a essas empresas.

As 10 empresas globais com maior investimento em P&D em 2018, apresentam retorno tangível com receitas expressivas, elevado valor de mercado (três delas chegaram a atingir US$ 1 trilhão) e marcas valiosas (quatro delas dentre as “top 10”). Ao contrário das empresas da bolha “ponto.com” da década de 90, o ganho atual é real, que se traduz em aumento de vendas, market share, acesso a novos mercados e traz vantagem competitiva relevante a essas empresas.

Tal questão depende da definição de uma metodologia que embase a gestão da inovação, com processos de mapeamento, diagnóstico, planejamento, execução e avaliação de resultados bem estruturados e alinhados com a estratégia corporativa.

A transformação da cultura da inovação no ambiente corporativo é um processo vital e que leva tempo para amadurecer e precisa ser bem estruturado, de forma a se estabelecer um mindset inovador em toda a organização. Produtos podem ser copiados, a cultura de inovação não!

A transformação da cultura da inovação no ambiente corporativo é um processo vital e que leva tempo para amadurecer e precisa ser bem estruturado, de forma a se estabelecer um mindset inovador em toda a organização. Produtos podem ser copiados, a cultura de inovação não!

O período pós-Revolução Industrial foi marcado pela introdução de diversas inovações tecnológicas. Além da Inglaterra, países que souberam se apropriar dessas novas tecnologias (EUA, por ex.) obtiveram um desenvolvimento relevante que marcou o avanço das principais potências econômicas até os dias atuais. A inovação foi, sem dúvida, um dos motores de crescimento nesse período.

Inovar tornou-se mandatório para empresas que querem se manter competitivas no mercado. Iniciativas inovadoras impactam diretamente nos avanços econômicos e sociais. Países que direcionam esforços nesse sentido tendem a obter resultados significativos. É vital para o Brasil perceber isso e direcionar recursos para a Ciência, Tecnologia e Inovação visando contribuir para o desenvolvimento econômico e manter sua competitividade no contexto global.

Nenhum ()

Este site utiliza cookies para proporcionar a funcionalidade necessária e aprimorar sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar pelo site, você concorda com a utilização de cookies conforme descrito na declaração de privacidade on-line da KPMG. Você tem o direito de acessar seus dados pessoais para que sejam modificados, corrigidos ou excluídos. Para isso, você deve entrar em contato com privacidade@kpmg.com.br.