Você não tem permissão para ver essa notícia

Notícias

Riscos da transformação digital

Ouça podcast com Oliver Cunningham, sócio da área.

26 de março de 2019

A transformação digital é um reflexo da evolução tecnológica e vem acontecendo em todo o mundo. Tem como base a necessidade de inovação e pode demandar mudanças estruturais na organização e na cultura empresarial.

De acordo com especialistas na área, essa é uma grande oportunidade e, provavelmente, a única forma de sobrevivência em um mercado cada vez mais digital. Não é à toa que muitos empresários estão focados em se preparar para essa transformação. De acordo com 84% dos executivos brasileiros que participaram da CEO Outlook, uma pesquisa realizada com CEOs em todo mundo, a maior parte de seus investimentos em tecnologia tem caráter estratégico, com vistas a um plano de longo prazo.

Riscos

Para o sócio de transformação digital da KPMG no Brasil, Oliver Cunningham, transitar pela transformação tecnológica significa, invariavelmente, percorrer um caminho de desafios, que requer disposição para correr riscos, considerando as mudanças no processo.

E essas transformações não são simples, levando-se em conta as diferenças entre um processo tradicional de investimentos e modelos experimentais. O primeiro consiste, basicamente, em identificar uma nova iniciativa, entender todos os modelos de receita e gastos, compreender as variantes de riscos e realizar o planejamento. “É uma diferença de modelo de inovação e transformação baseada em Pesquisa & Desenvolvimento, focado em poucas iniciativas e muito caras, para um modelo muito mais pulverizado e com visão de carteira”, comenta.

Ele observa que, nesse processo, muitas iniciativas tendem a falhar, mas outras podem resultar em novos ciclos. "É importante que seja assim, porque a empresa começa a se transformar numa organização de aprendizado, que é o grande desafio moderno. Muito mais do que investir ou não em tecnologia, a questão é saber se você consegue usar essa tecnologia estrategicamente para transformar o negócio. Por isso, o maior risco está em não inovar", diz.

Oliver Cunningham

Ele ainda destaca a importância de diferenciar o uso de tecnologia do ato de trabalhar com tecnologia. "Soluções inovadoras podem ser compradas. No entanto, o bom uso de suas funções é o que de fato determinará o sucesso da organização com as ferramentas", diz.

Nesse processo de inovação, o sócio acredita que a gestão de riscos é essencial. "Ao falar em transformação digital, as estatísticas podem ser incertas, e a questão de análise de preço se torna importante. Qual preço é aceito para se pagar em um possível erro de investimento? Essa é uma questão que os gestores de risco podem ajudar a responder caso a caso".

Neste podcast, Oliver fala mais sobre as características, desafios e tendências em transformação digital. Acompanhe:

 

Leia também:

CEO Outlook Brasil
Global CEO Outlook
CEO Outlook Latam

()

Este site utiliza cookies para proporcionar a funcionalidade necessária e aprimorar sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar pelo site, você concorda com a utilização de cookies conforme descrito na declaração de privacidade on-line da KPMG. Você tem o direito de acessar seus dados pessoais para que sejam modificados, corrigidos ou excluídos. Para isso, você deve entrar em contato com privacidade@kpmg.com.br.