Você não tem permissão para ver essa notícia

Expandindo a expertise KPMG com Digital Offices

Último KPMG Insights e Oportunidades debateu a estratégia criativa e inovadora da KPMG para conectar regiões.

Franceli, Augusto, Marcio e Jean

25 de julho de 2022


No caminho para ter a maior cobertura que uma empresa de consultoria e auditoria já teve no Brasil, a KPMG está prestes a inaugurar os Digital Offices: três novos espaços dedicados, alocados em coworkings, que integram tecnologia, pessoas e expertise em negócios, expandindo para 25 o número de escritórios da KPMG em todo o país.

Entre os desafios para ampliar o atendimento, a distância deve ser considerada em um país continental como o Brasil, e a KPMG tem clientes em todos os estados. “O escritório digital vai estar perto, conectado, ao mesmo tempo que leva nossa capacidade de ser uma empresa global”, explicou Marcio Santos, sócio da KPMG no Brasil, convidado do programa KPMG Insights e Oportunidades, que foi ao ar no dia 21 de junho.

Augusto Santi, gerente de Market Intelligence da KPMG no Brasil, também contribuiu para a conversa sobre a chegada dos Digital Offices. Ele contou que a decisão de estabelecer os escritórios digitais em três regiões se concretizou a partir de intensas pesquisas de mercado, que avaliaram talentos, números de startups, universidades, coworkings e espaços de inovação.

“A descentralização dos nossos negócios se traduz em uma resposta que temos pós-pandemia, precisamos de muito mais agilidade, de uma proximidade maior com nossos clientes”, destacou Santi.

São José do Rio Preto (SP), Passo Fundo (RS) e Vitória (ES) são as cidades que receberão os Digital Offices. Com pessoas alocadas nas regiões, a conexão irá além das câmeras ou ligações. A comunicação se fará de forma rápida e sem perder a essência do contato entre pessoas. O modelo de trabalho será híbrido, o que também é uma resposta para as questões ESG, uma vez que os espaços compartilhados estão alinhados com os objetivos de sustentabilidade da KPMG.

Na conversa mediada por Franceli Jodas, sócia-líder de Power & Utilities da KPMG no Brasil, e Jean Paraskevopoulos, sócio-líder de Clients & Markets da KPMG no Brasil e na América do Sul, os convidados trouxeram mais informações sobre as cidades-base dos Digital Offices. Assista ao programa na íntegra e confira!

()