Você não tem permissão para ver essa notícia

Renegociando dívidas com transparência e poder de decisão

Conheça a jornada da QueroQuitar, fintech que oferece uma mesa de negociação online para renegociação de dívidas.

quero quitar

29 de junho de 2022


Um dos grandes desafios provocados pela pandemia para a maioria dos brasileiros é o endividamento. Segundo números de 2021, 70% das famílias estavam lidando com essa angústia diariamente no país, e muitas delas têm buscado uma alternativa mais prática e transparente para negociação: a plataforma da QueroQuitar, fintech fundada em 2015 que já intermediou mais de 550 mil negociações e vem obtendo um crescimento expressivo no pós-pandemia.

No novo episódio da série de podcasts Emerging Giants, Marc Lahoud, CEO da QueroQuitar, falou sobre a sua jornada de quase 30 anos no empreendedorismo, destacando a grande disrupção que a empresa tem gerado no mercado de recuperação de crédito, já que, atualmente, mais de 57 milhões de devedores encontram dívidas a negociar na plataforma da QueroQuitar.

“Nosso objetivo era criar uma plataforma digital que não cobrasse o devedor, mas que o empoderasse. Um canal construído para ele, para que possa negociar a dívida no seu tempo, vendo as melhores ofertas que o credor pode oferecer, de um modo transparente”, destaca Marc, sobre o propósito inicial da empresa.

Ao longo da conversa, ele também falou sobre o desafio de democratizar a educação financeira no Brasil e o engajamento da QueroQuitar nesse tópico fundamental para o futuro do país. Segundo ele, são necessárias parcerias mais robustas entre governo e iniciativa privada para superarmos os atuais desafios.

Confira!

 

 

()