Você não tem permissão para ver essa notícia

As tendências de Consumo e Varejo na América do Sul

Confira as quatro macrotendências que devem guiar os players desse segmento em 2022.

uma mulher e uma criança segurando sacolas de compra

26 de maio de 2022


Conforme as restrições da pandemia vão ficando para trás, cresce a expectativa de que as transformações dos últimos anos atinjam um novo patamar e se consolidem de vez no segmento de Consumo e Varejo. No estudo Tendências 2022 para o setor de Consumo e Varejo na América do Sul, publicado pela KPMG, você confere as quatro macrotendências que devem guiar o setor neste ano.

Novos ecossistemas e modelos de negócios; um novo custo de fazer negócios; a importância do propósito para construir confiança; e a experiência do consumidor no centro: essas tendências globais estão guiando os players da América do Sul em seus desafios de negócio, considerando os impactos da pandemia nas estratégias de crescimento, à luz de um novo comportamento do consumidor e da migração para o digital.

O protagonismo de ESG, com o propósito de gerar confiança, também é um dos destaques do estudo, considerando que, na América Latina, temas como sustentabilidade, políticas de igualdade de gênero, economia circular e relações de trabalho, dentre outros, estão no centro das atenções e podem impulsionar a rentabilidade dos negócios.

Para conferir todos os insights do estudo, clique aqui!

()