Você não tem permissão para ver essa notícia

Em busca da diversidade nos conselhos de administração

Pesquisa ouviu membros de conselhos de administração sobre desafios e oportunidades para o aumento da diversidade.

cásulo de uma borboleta

31 de maio de 2022


No Brasil e no mundo, os conselhos de administração se mostram prontos para mudanças. Desafiados a enfrentar o status quo, a compreender novas tendências e a calibrar o planejamento estratégico com o gerenciamento de riscos e a gestão de talentos, conselheiros brasileiros (72%) veem a ampliação da diversidade como uma das chaves para criar novas oportunidades.

Essa é uma das conclusões da publicação Diversidade nos Conselhos de Administração – Pesquisa Global, elaborada pelo ACI Institute em conjunto com o Board Leadership Center, ambas iniciativas da KPMG. A pesquisa ouviu mais de 700 conselheiros e membros de comitês em diferentes países – sendo 89 do Brasil –, e seus resultados fornecem importantes parâmetros de comparação entre o cenário brasileiro e o global.

Dentre os principais tópicos levantados pelos entrevistados brasileiros, a pesquisa destaca fatores como a revisão da composição do conselho; o papel da diversidade na avaliação do papel social corporativo; a revisão da composição das estruturas de governança e o recrutamento ativo; e a construção de confiança e transparência no conselho.

Habilidades mais procuradas

Apenas 13% dos respondentes brasileiros não antecipam o recrutamento de novos membros nos próximos anos. A maioria (62%) cita necessidades estratégicas e competitivas como o principal fator motivador na busca por novos conselheiros.

O foco na preparação e adaptação do negócio para um ambiente cada vez mais digital está refletido nas características mais procuradas. Para 59% dos participantes brasileiros, os conselhos em que atuam carecem de expertise em tecnologia e estratégia digital e, entre eles, 29% está buscando ativamente preencher essa lacuna.

Para conferir o conteúdo completo da pesquisa, clique aqui!

()