Você não tem permissão para ver essa notícia

Guerra na Ucrânia e a resiliência das cadeias de suprimentos

KPMG Live recebeu especialistas para debater o impacto do conflito na Ucrânia sobre as cadeias de suprimentos globais.

kpmg live

16 de maio de 2022


Com grandes impactos sobre as cadeias de suprimentos globais, incluindo o Brasil e muitos de nossos parceiros econômicos, o conflito na Ucrânia tem levado os players a redobrarem o foco na resiliência para lidar com um mercado cada vez mais volátil e imprevisível.

Para aprofundar os insights sobre esse tema tão relevante, o KPMG Live da última quinta, dia 12, recebeu Cristiano Rios, sócio responsável pela área de Supply Chain da KPMG, e Daniel Maia, sócio de Tax e especialista em Comércio Exterior, que também falaram sobre como o cenário chinês vem impactando o Brasil, já que, além dos desafios da guerra, a China tem intensificado medidas de contenção da covid-19.

“Do ponto de vista de supply, o segredo é desenvolver novos fornecedores locais ou regionais e aportar tecnologia principalmente na capacidade de planejamento”, destacou o sócio Cristiano Rios. Na opinião de Daniel Maia, há pilares fundamentais direcionando a atuação do mercado nessa jornada. “Não dá pra fugir de planejamento tributário, conformidade, investimento em tecnologia e, principalmente, formação e atualização profissional”.

O programa contou, ainda, com depoimentos de Anderson Santarelli, Head de Finanças da Kromberg & Schubert do Brasil, e Priscila Mezzalira, diretora de Trade Compliance Americas do Grupo Alibaba, que relataram os desafios que as suas organizações têm enfrentado para superar os choques da guerra.

Para conferir todos os insights, assista à edição completa deste KPMG Live! E acesse a pesquisa KPMG Supply chain considerations from the conflict in Ukraine, cujos principais resultados foram debatidos ao longo do programa.

()