Você não tem permissão para ver essa notícia

O impacto da Resolução 4.966

Confira os insights e visões de especialistas no assunto.

04 de maio de 2022


Instituições financeiras têm até o dia 30 de junho para remeter ao Banco Central do Brasil seus planos para a implementação do processo de harmonização contábil com práticas internacionais sugeridas pela Resolução 4.966 (nov/2021).

A medida dispõe sobre os conceitos e os critérios contábeis aplicáveis a instrumentos financeiros, bem como sobre a designação e o reconhecimento das relações de proteção (contabilidade de hedge) pelas instituições financeiras e demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Neste episódio da série Desafios e Tendências de Financial Services, o sócio Cláudio Sertório, líder de Serviços Financeiros da KPMG no Brasil, conversa com Rodrigo Bauce, sócio-diretor de Financial Risk Management da KPMG no Brasil, sobre os impactos e desafios da aplicação dessa resolução. 

Assista esse debate e acompanhe as discussões:

Acesse o episódio anterior:
Desafios e tendências de Financial Services 2022

()