Você não tem permissão para ver essa notícia

A proteção digital no centro dos negócios

Conheça a jornada da unico, startup brasileira que se tornou uma referência em soluções de reconhecimento facial e assinatura digital.

18 de abril de 2022


Tecnologia de reconhecimento facial e uma base de dados robusta: a partir desses dois ingredientes, a unico, primeira IDtech brasileira, vem construindo uma jornada pioneira para enfrentar o desafio das fraudes de identidade, um problema crescente para as empresas e a sociedade num mundo cada vez mais digitalizado.

Fundada em 2007 com o nome de Acesso Digital, a unico juntou-se, em 2021, ao seleto grupo de unicórnios brasileiros, com soluções de reconhecimento facial que têm sido bem aceitas pelo mercado ao agregar eficiência e segurança.

No novo episódio da série de podcasts Emerging Giants, Carolina de Oliveira, sócia-diretora da KPMG Private Enterprise, e Diogo Garcia, líder do programa Emerging Giants da KPMG no Brasil, conversam com Paulo Alencastro, co-founder da unico, que traz mais detalhes da jornada inovadora da empresa.

 “O objetivo é que, num futuro próximo, quando você chegar para fazer uma compra ou um cadastro, você simplesmente vai tirar uma selfie ou colocar o seu CPF (...) essa transformação vai fazer uma grande diferença no mercado e, obviamente, garantir a autenticidade das pessoas para minimizar as fraudes. Hoje, o consumidor e as empresas sofrem muito com isso”, ressalta.

Confira!

 

()