Você não tem permissão para ver essa notícia

A cultura de transformação nas empresas familiares

Estudo da KPMG destaca a jornada das empresas familiares para superar os atuais desafios de negócio.

imagem roxa com ilustração abstrata de fumaça na mesma cor

04 de abril de 2022


Em meio a um cenário de incertezas e de mudança constante, uma coisa é certa: as empresas familiares mais resilientes e longevas são aquelas que estão conseguindo se reinventar, abraçando uma verdadeira cultura de transformação em que a mudança deixa de ter início, meio e fim, se tornando o cerne de um modelo de negócios voltado para o futuro.

O estudo Como Sustentar uma Cultura de Transformação Contínua nas Empresas Familiares, produzido pela KPMG, traz um panorama de como as empresas familiares estão se mobilizando para construir, com resiliência, uma cultura de transformação que vá além do digital. Ela inclui aspectos como o propósito e a cultura da família e da empresa, os impactos humanos, ambientais e sociais, a governança e a prestação de contas.

Líderes dessas empresas concordam ao apontarem que, no pós-pandemia, os desafios de negócios se tornaram mais voláteis, complexos e ambíguos. Por isso é importante consolidar uma mentalidade focada na adaptação e na contínua evolução, com uma visão de mudança proativa e focada no longo prazo.

Quer saber todos os detalhes do estudo? Clique aqui!

()