Você não tem permissão para ver essa notícia

A liderança feminina na indústria química

Nova edição de revista do setor inaugura série voltada à inclusão e diversidade. Agenda climática e fusões e aquisições também são destaques.

maquinário de uma indústria

24 de fevereiro de 2022


Na indústria química global, o protagonismo feminino, a cada ano, se faz mais presente. Mas, para construir uma jornada ainda mais inclusiva, é preciso olhar para a educação e garantir que as novas gerações se vejam representadas em carreiras científicas e, assim, possam crescer junto com a indústria.

Essa é a opinião de Kelly Reavis, diretora de Iniciativas Estratégicas da DuPont, entrevistada da 35ª edição da Reaction - Chemicals Magazine, revista produzida pela KPMG. Na entrevista, Reavis dá um panorama sobre o empoderamento feminino na indústria química e fala das estratégias que a sua empresa tem seguido, bem como dos desafios para continuar a empoderar a inclusão e diversidade no setor.

Também são destaques dessa 35ª edição os impactos da COP 26 na indústria química, considerando a jornada rumo a zero emissão de carbono, além dos ótimos resultados obtidos em 2021 pelo mercado de fusões e aquisições do setor químico, impulsionado pelo crescente protagonismo de ESG e pelas inovações na cadeia de suprimentos.

Confira a íntegra da publicação aqui!

()