Você não tem permissão para ver essa notícia

As prioridades dos Conselhos de Administração em 2022

No momento atual, é papel dos conselhos ajudar as empresas a reimaginarem, repensarem e redefinirem suas operações e modelo de negócios.

uma porta azul em um corredor iluminado

17 de fevereiro de 2022


Maior transparência com as iniciativas em ESG, aumento dos riscos cibernéticos, desafios econômicos e da cadeia de suprimentos, mudanças no cenário regulatório. Esses são alguns dos fatores que têm afetado, diretamente, o ambiente global de riscos e que, em 2022, permanecerão no centro das atenções dos conselhos de administração.

Em meio a um cenário desafiador, os conselhos detêm hoje um papel central de ajudar as suas empresas a reimaginarem, repensarem e redefinirem suas operações e modelo de negócios. Nesse sentido, a KPMG apresenta a publicação Conselhos de Administração: prioridades para a agenda de 2022, produzida pelo ACI Institute e pelo Board Leadership Center da KPMG no Brasil.

Com foco na resiliência – estratégica, organizacional e operacional –, a publicação elenca os oito temas a serem observados com atenção pelos conselhos em 2022. Assuntos como a gestão de talentos, reavaliação da prevenção e gestão de crises, bem como incorporação dos aspectos ESG, ganham destaque num momento que desafia até mesmo os conselhos de alta performance.

Confira a íntegra da publicação aqui!

()